Notícias

João Pessoa, 23 de março de 2012.


CONVITE,
O Babalorixá Erivaldo de Osún, tem a honra de convidar, Babalorixas, Yalorixas, ogãs, ekedis, Yaôs e simpatizantes para a comemoração das bodas de prata de osún e os 26 anos de fundação do ILÊ.   
Presenças ilustres:
Ya-Tienta de Yemanja do ILÊ ASÉ YANASSO-OKA (Casa Branca)
Ekede Sinha do ILÊ ASÉ YANASSO-OKA (Casa Branca)
Ekede Therezinha do ILÊ ASÉ YANASSO-OKA ( Casa Branca)
Babalorixa  Gidã D'Osumaré (Feira de Santana - Bahia)

Conto com sua presença, para juntos compartilhar desse momento de união e fé.

Local: Rua Carlos Antonio Galiza de Andrade, 129 Cuiá.
Dia: 27 de Maio de 2012 às: 17h00minh
Informações: (83) 3231-5987 – 8888-6689 – 88032010
Babalorixá Erivaldo D’osún


João Pessoa, 14 de fevereiro de 2012.


Saudações Afro,

Informamos as Comunidades Tradicionais de Terreiros, do Município de João Pessoa, que estão abertas as inscrições até 05/03/2012, destinados a crianças, adolescentes e adultos de ambos os sexos, participarem do projeto acima citado. Patrocinado pela Unesco Criança Esperança e CMDCA/JP - Conselho Municipal dos Direitos das crianças e adolescentes. Com início previsto para 07/03/2012.

O que iremos oferecer gratuitamente?

140 vagas durante um ano de projeto.

- Reforço Escolar
- Inclusão Digital Telecentro-Br
- Cultura Afro Brasileira - Lei 10.639/03
- Esporte e Lazer
- Geração de renda para familiares das crianças e adolescentes inscritos no projeto

Onde vamos realizar o projeto?

Casa de Cultura IAO
End: Av.Natal s/n° quadra 44 lote 336 Planalto Boa Esperança - Vale do Gramame - João Pessoa-PB - próximo à Facene.
Contato: 3241-9937  8834-9671  8745-1375

Email: casadeculturaaxe@hotmail.com
Responsável: 
Renato Bonfim
Diretor de Marketing
Casa de Cultura

Oloye Assogun Obá Mi Obé Omo Xango - Ilê Asé Oxum Odenitá - João Pessoa-PB
Odorobá Ilê Asè Oxum Rio de Janeiro - Rj   Axé da Camaré Ekety Efon

Vamos Divulgar!!!



João Pessoa, 08 de fevereiro de 2012.

A pedido da Mãe Mércia Abrantes de Oxum o Ilê Asé Dara Oju informa seu calendário festivo para 2012.

Dia 08/04/2012: Feijoada de Ogun.
Dia 03/06/2012: Axoxo de Oxossi.
Dia 24/06/2012: Apete de Osun.
Dia 05/08/2012: Festa de Padilha
Dia 12/08/2012: Olubajé.
Dia 09/09/2012: Oxalá.
Dia 11/11/2012: Oyá.

O Ilê informa também que toda segunda-feira tem culto à Jurema e quarta-feira realiza a oferenda à Xangô (Amala).

Informamos à todos os nossos irmãos e irmãs que o calendário festivo da sua roça, ilê ou terreiro pode e deve ser publicado aqui no nosso site basta enviar através da página de Contato em nosso site que teremos o prazer de publica-lo aqui para fortalecer os nossos cultos.

Adupé!!

João Pessoa, 07 de fevereiro de 2012.

Carta da Paraíba

Abaixo estamos publicando o link com a Carta da Paraíba, documento que este que contêm as proposições e encaminhamentos as esferas governamentais.


João Pessoa, 02 de fevereiro de 2012.

Abaixo publicamos a Síntese e o perfil do resultado do Mapeamento dos terreiros das religiões de matrizes africanas, umbanda e jurema do município de João Pessoa, no intuito de ajudar a identificar os principais problemas das comunidades tradicionais de terreiro nos âmbitos socioeconômicos, culturais, regularização dos espaços sagrados, segurança alimentar e nutricional.

SÍNTESE E PERFIL RESULTANTE DOS DADOS DO MAPEAMENTO DOS TERREIROS DAS RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA, UMBANDA E JUREMA, DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA

A pesquisa identificou um percentual de 54% dos terreiros são dirigidos por Homens e que 46% são dirigidos por mulheres.
  • Resultados por idade: Entre os entrevistados, 68% das mulheres responderam estar com idade entre 41 e 65 anos. Entre os homens, 49% responderam estar com idade entre 20 e 40 anos.
  • Resultados pela cor da pele: Entre as mulheres 36% responderam ser negras e 28% serem pardas, totalizando 64%. Entre os homens, 40% responderam ser negros e 34% pardos totalizando 74%.
  • Resultados da escolaridade dos entrevistados: Em relação ao grau de instrução entre as mulheres 50% responderam ter o fundamental incompleto. Entre os homens 37% tem o fundamental incompleto e 20% ter o fundamental completo.
  • Resultado sobre a religião dos entrevistados: Entre as mulheres a predominância é de juremeiras 38%. Entre os homens 34% são de candomblé e 32% são de juremeiros.
  • Resultados sobre infra-estrutura do terreiro: Tanto as mulheres quanto os homens entre 83 e 84% responderam considerar em boas condições as instalações dos seus respectivos templos.
  • Resultados da geração de renda: Entre as mulheres 36% têm alguma atividade profissional e 40% vivem do sacerdócio. Entre os homens 51% têm alguma atividade profissional e 41% vivem do sacerdócio.
  • Resultados sobre a intolerância religiosa: Tanto as mulheres quanto os homens entre 56 e 58% responderam sofrer algum tipo de intolerância religiosa.
  • Resultados da legalização e documentação fundiária: Entre os nossos entrevistados (pais e mães de santo) de 50 a 70% responderam possuírem documentação devidamente registrada em cartório.
  • Resultado sobre título de propriedade: Entre as mulheres 76% responderam ter terreno próprio, e entre os homens 86%.
  • Resultados para localização dos terreiros no município de João Pessoa: A maior concentração está na Zona Sul, tendo as mulheres 52% com seus templos nos bairros da referida zona, e os homens com 58%.
  • Resultados sobre segurança alimentar: Entre as mulheres 72% responderam não receberem cestas de complemento alimentar do Governo Federal, e os homens 68% também responderam negativamente.
  • Resultados sobre equipamentos de segurança alimentar: Entre as mulheres 72% não tem acesso a nenhum equipamento de segurança alimentar no entorno do templo, ou seja, em um raio de 1 km, entre os homens este percentual chegou a 68%.
  • Resultados das informações sobre segurança alimentar: Entre 72% e 81% dos nossos entrevistados (pais e mães de santo), responderam não saber e nem ter informações sobre o que é segurança alimentar.

João Pessoa, 01 de fevereiro de 2012.


Componentes da 1ª Mesa do Seminário de Políticas Públicas voltadas para as comunidades de Terreiros de matrizes africanas, umbanda e jurema do Município de João Pessoa.

Foi realizado nos dias 27 e 28 de Janeiro de 2012 o 1º Seminário de Políticas Públicas voltadas para as Comunidades de Terreiros de Matrizes Africanas, Umbanda e Jurema do Município de João Pessoa com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome - MDS, que contou com a presença de representantes de Terreiros, Entidades e Secretarias Governamentais, no qual foi apresentado a pesquisa estatística das comunidades de Terreiro de João Pessoa, resultado do Projeto de Mapeamento dos Terreiros do Município de João Pessoa realizado pela Casa de Cultura Ilê Asé D´Osoguiã - IAO com o patrocínio do FMC/FUNJOPE.  
Confira as fotos do evento.
Durante os dois dias de eventos foram debatidos os rumos das politicas publicas no âmbito nacional e municipal com foco em educação e segurança alimentar e foi redigida a Carta da Paraíba com as propostas discutidas nos grupos de trabalhos que foram divididos em:

  • GT 1: Meio Ambiente e sustentabilidade - Facilitadora: Karina Massei, Representante da SUDEMA/PB.
  • GT 2: Intolerância Religiosa - Facilitador: Pai Marcelo Monteiro, professor e consultor de Cultura Afro-religiosa Yorubá.
  • GT 3: Saúde da População das Comunidades de Terreiros - Facilitadora: Verônica Lourenço.
  • GT 4: Lei nº. 10.639/03, sobre a educação da história e e da cultura afrobrasileira e africana nas escolas - Facilitadora: Maria do Socorro Pimentel, Professora.

Durante o evento também foi colocado em questão a possibilidade da ampliação do mapeamento para a Região metropolitana de João Pessoa em que a Secretaria Estadual de Cultura/PB sinalizou interesse em patrocinar o projeto. 
Em Breve estarão disponíveis no site a Carta da Paraíba, resultado das discussões e dos grupos de Trabalho como também o relatório do Perfil do povo de santo do Município de João Pessoa.

Matéria do JPB 1 ª Edição sobre o Seminário.
PBJÁ: PMJP apóia Seminário de Politicas Publicas para Comunidades de Terreiro.
Cobertura do evento pelo site Axé Paraíba
Vídeo institucional produzido pela 3efe apresentado no primeiro dia de Seminário.